Artigos

Erros ao falar em público

giisquierdo
Escrito por giisquierdo em 31 de maio de 2019

Você vai fazer uma apresentação em público, e já se preparou para isso. Você tem domínio sobre o assunto e se sente bem para fazer a apresentação. Ótimo! Mas você conhece alguns erros que são capazes de destruir sua apresentação? Aqueles erros que parecem simples, mas que se forem evitados podem transformar a sua apresentação e ter um resultado UAU.  

Hoje, eu te conto um pouquinho sobre esses erros, e quais as estratégias para você não cometê-los na sua apresentação.

 

FALAR O TEMPO INTEIRO DE SI MESMO

O primeiro erro é falar o tempo todo sobre si mesmo, deixando o público perder o interesse pela sua apresentação. O público definitivamente não está ali para saber sobre a sua vida, sobre o que você já fez ou deixou de fazer, mas sim para saber como o seu conteúdo pode transformar a vida dele. Então você precisa focar no público e não em você, crie uma interação, faca o público se identificar com o que você fala.  

Eu não estou dizendo que você não pode falar nada sobre si, estou dizendo que o excesso é um erro! Você precisa se apresentar, falar o que te fez chegar até aquele momento, mas sem exibir demais o seu “eu”. Procure exemplificar as situações usando “personagens” ou até mesmo alguém do próprio público, mas evite contar histórias ou dar exemplos utilizando você mesmo.

 

FALAR SEM OLHAR PRO PÚBLICO

Se você vai falar em público e quer que as pessoas prestem atenção em você, você precisará estabelecer contato visual.

E por isso quero destacar, algumas possíveis situações que a pessoa não olha para o público:

  • quando tem slides e ela olha o tempo todo para o slide (inclusive, aqui vai mais um erro da oratória: fica o tempo todo olhando e lendo seus slides!);
  • quando ela olha o tempo para o texto que preparou (e fica lendo e explicando, sem levantar seus olhos ou se levanta é muito rápido, não dá tempo de gerar conexão);
  • quando fixa o olhar em algum ponto e fala o tempo todo olhando só para lá!

Ao falar em público, evite essas situações; lembre-se que olhar para o público gera conexão! Ah! E dica UAU… ao olhar, olhe para as pessoas que estão mais próximas de você, as que estão lá no fundo, olhe para todos os lados; alterne os olhares e mantenha sempre que possível o contato visual com o seu público.

 

 

 

 

ESTOURAR O TEMPO DA APRESENTAÇÃO

Se você tem dois minutos para falar, fale em dois minutos. Se tiver uma hora, fale em uma hora. Não extrapole o tempo da sua apresentação, isso é um desrespeito com o público e com o próximo apresentador que virá após a sua fala. Por isso é fundamental que você treine sua apresentação e a cronometre; e se por acaso durante o seu treino você ultrapassar o tempo estipulado, veja o que pode ser retirado ou então como você pode otimizar e ganhar tempo com sua apresentação, mas não ultrapasse o horário estipulado. Respeite isso! Estourar o tempo da sua apresentação é um erro péssimo!

 

CONFIAR NA SUA MEMÓRIA

Não confie apenas na sua memória. Leve o seu material de apoio, leve suas anotações, o seu notebook, slides, ou qualquer outra coisa que possa servir de suporte caso eventualmente te der um branco. Veja bem, é diferente você ter o material em mãos pra te orientar caso aconteça um imprevisto, do que ler esse material o tempo todo! Lembre-se do erro número 5. Sabe, eu costumo utilizar slides nas minhas apresentações (e confesso que gosto muito, pois o uso dos slides super agregam no visual e na retenção das informações). Eu gosto muito e sempre que possível eu uso slides, pois eles inclusive me ajudam a gravar em qual momento eu preciso falar tal coisa! Mas cuidado, não fique dependente dos seus slides, pois já aconteceu de eu estar dando um treinamento e acabar a energia no meio da apresentação. Na hora, eu improvisei, mas serviu de aprendizado para que eu levasse sempre o papel impresso caso fosse preciso. Portanto, não confie apenas na sua memória! Utilize alguns recursos que possam te auxiliar a lembrar da estrutura que você montou!

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Faça parte do grupo de pessoas que recebem nosso conteúdo semanalmente!

Junte-se a mais de 50.000 pessoas