AUTOESTIMA: Como faço para elevar?

Tempo de leitura: 3 minutos

Imagem: Divulgação

A grande parte das mensagens que recebo são: Gi, como faço para elevar minha autoestima? Como obtê-la? Será que estou melhorando a minha autoestima? Ou piorando? Então, quero falar um pouco com vocês sobre hábitos que elevam a autoestima e sobre como ter amor próprio.

Vou começar te falando algo que nunca falei antes: AUTOESTIMA É UMA DECISÃO. Autoestima é importante, sim. Mas você tem que decidir elevá-la, ou fazer algo para que ela mude. Nós costumamos fazer um mau uso da palavra decisão. Decisão vem do latim, e significa cisão = cortar. Ou seja, quando você decide algo na sua vida, você automaticamente corta da sua vida outras opções. Você decidiu ser feliz? Você decidiu elevar a sua autoestima? Você acaba cortando da sua vida a opção de ser triste e manter-se com a autoestima baixa.

Vamos supor que você tenha um hábito e que esse mesmo te puxe para baixo, te faça ficar deprimido e se sentir mal. Seja uma alimentação errada, seja uma vida sedentária, seja um relacionamento com alguém que vive reclamando e não busca se desenvolver. Então, comece a prestar atenção quais são os hábitos que você precisa cortar da sua vida. Essa é a sua decisão.

A DECISÃO É SUA

E aí, você decide ser feliz? Você decide viver uma vida UAU? Você decide elevar sua autoestima? Responda para si mesmo e faça dessa decisão uma realidade. Uma vida com obstáculos sempre vai existir, mas que tem superação. E o que você decide? O que você quer para a sua vida?

Mas tem mais uma coisa que preciso te dizer… Você já deve ter ouvido alguma vez que você é a média das cinco pessoas que a gente mais se relaciona, certo? E eu preciso te dizer que SIM, O MEIO QUE CONVIVEMOS FAZ DIFERENÇA. Se lembra de quando na adolescência, sua mãe, ou alguém responsável, se preocupava com suas amizades e companhias?

Parecia uma preocupação tão boba, mas é porque as pessoas ao nosso redor, que nos relacionamos, influenciam nas nossas atitudes, no nosso humor, na nossa forma de ver a vida. E influenciam na forma que lidamos com a nossa autoestima. Logo, se você se relacionar com pessoas que buscam se desenvolver, buscam ir atrás do seus sonhos, e que estão de bem com a vida: isso vai te inspirar!

AGORA É COM VOCÊ

Busque manter essas pessoas por perto, e se relacionar com quem te leva pra frente. Se a pessoa reclama da vida, enxerga sempre o lado ruim das situações, ou tenta te diminuir para se aparecer, isso vai afetar e muito a sua autoestima. Agora é com você! Encare a autoestima como uma decisão e seja mais seletivo nos seus relacionamentos, mas não se esqueça de analisar suas atitudes, porque nós somos o que nós fazemos. Nada muda, se você não mudar!

Leia mais em: 7 hábitos que atrapalham a autoestima

Um forte abraço, Gislene Regina Isquierdo
Psicóloga Crp 08/09186

Acesse o meu conteúdo no Youtube:

Comments

comments