fbpx

Escrito por: Artigos

Estresse – 3 passos para diminuí-lo

estresse

Quem nunca sentiu o estresse e a ansiedade tomarem conta levanta a mão e diga EU! Pois é, todo mundo, pelo menos uma vez, já passou por isso. Seja no trabalho, na vida pessoal, nos estudos ou nos relacionamentos, você já deve ter se sentido incapaz de controlar o estresse e a ansiedade; e por muitas vezes deve ter tido algumas reações que você não gostaria, como por exemplo, falar de forma exaltada com uma pessoa, e por fim, acabou sentindo mal por isso.

E se eu te contasse que existe uma forma de, em apenas três passos, você reduzir esses sentimentos de ansiedade e estresse… isso seria interessante para você?! Infelizmente não é possível acabar com esses sentimentos, pois eles fazem parte das nossas emoções praticamente diárias; mas, podemos sim, controlá-los e diminuí-los, e não permitir que eles nos travem ou nos impeçam de viver momentos maravilhosos.. Ah! E é claro, entender que esses sentimentos são reações aos nossos próprios pensamentos! Quer saber quais são esses passos? Vem comigo que eu te conto!

PRIMEIRO PASSO – RESPIRAÇÃO

O primeiro passo é bem simples, e apesar de ser simples, é de extrema importância: a nossa respiração! Você já parou para pensar que a forma que você respira interfere diretamente nas emoções que você têm. Quer um exemplo? Repare aquelas pessoas que passam o dia dando aquelas “bufadas” de cansaço ou fadiga, muitas vezes elas estão colocando na respiração algum sentimento que está preso dentro delas como, angústia, tristeza, raiva, estresse, entre outros… E quando uma pessoa está de bem consigo e com a vida, ela respira de forma mais leve e fluida! Então, definitivamente, você precisa trabalhar a forma com que você respira.

Vamos refletir por um momento… Pense em pessoas que estão se sentindo ansiosas ou estressadas… Elas tendem a respirar de forma superficial, ou seja, quando elas inspiram, movimentam os ombros e soltam o ar de forma rápida, e isso acaba deixando elas ainda mais ansiosas. Aí pode ser que você esteja pensando: “Tudo bem, Gi, eu já entendi! Mas o que eu devo fazer?”

Você precisa inspirar pelo nariz e soltar o ar pela boca, sem movimentar o seu ombro. Bom, isso não quer dizer que o seu corpo não vai se mover, e sim, se mover de forma adequada durante a respiração, então inspire (preenchendo o seu corpo de ar, e estufando a barriga) e expire (colocando o ar para fora e esvaziando a barriga). Ao repetir isso três vezes, seu corpo vai se acalmar e todo o nível de cortisol e adrenalina vão ficar regulados… isso te deixará mais calmo e relaxado!

SEGUNDO PASSO – DESENVOLVA SUA INTELIGÊNCIA EMOCIONAL

O segundo passo é um pouco mais profundo, porém é necessário que você tenha feito o primeiro passo para que ele funcione; afinal, um passo complementa o outro! Você já deve ter ouvido falar na tão famosa inteligência emocional?! O fato é que para ter mais inteligência emocional, você precisará controlar os seus pensamentos! E o mais uau de tudo, é que isso não é tão difícil quanto possa parecer, pois os nosso corpo já sabe fazer isso! O detalhe, é quando nossos pensamentos estão no automático e de forma negativa, por exemplo, quando na maioria das vezes nós mesmos nos sabotamos com nossos pensamentos “Eu sou assim desde pequeno”;  “Eu sou estressado por natureza””; É muito importante, na verdade posso dizer que é vital que aprendamos a controlar nossos pensamentos!

O fácil desse processo é que os seus pensamentos ficam numa área do seu cérebro que você tem controle, então você precisa ativar esse controle. Agora, se você tiver pensando que é algo externo que te faz ficar estressado, como o trânsito por exemplo, eu preciso te dizer que nada, externamente, tem o poder por si só de disparar em você a ansiedade ou o estresse; e sim, a forma com que você lida com esses fatores externos é que gera em você essas emoções todas!

Imagina que você trabalha em uma empresa e que as pessoas marcam reuniões em cima da hora… e que você está em uma semana com muitas atividades com o prazo ‘estourado’, e adivinha?! Nessa semana acontece mais uma vez, eles marcaram mais uma reunião em cima da hora! E você quando fica sabendo disso pensa o seguinte: “Eu ODEIO reunião em cima da hora, eu fico muito bravo quando fazem isso. Isso definitivamente me deixa P da cara.”. Esse pensamento vai disparar em você um sentimento e não é de amor e compreensão. Ou seja, esses tipos de pensamentos contribuem para que você tenha estados emocionais de ansiedade, estresse, raiva, dentre outros…

Mas afinal, o que você precisa fazer? Mudar os seus pensamentos! Aprenda a lidar com os fatores externos de uma forma com que o seu cognitivo traga para você estratégias emocionais inteligentes. Dessa forma, enxergando as situações e transformando seus pensamentos ruins em pensamentos bons, em pensamentos construtivos, você vai aprender a controlá-los e desenvolver sua inteligência emocional!

TERCEIRO PASSO – ABASTEÇA-SE!

O terceiro passo é imprescindível e complementa os outros dois, portanto é  extremamente importante para que você aprenda de uma vez a controlar a sua ansiedade. Abastecer-se! Recuperar suas forças, renovar as suas energias, por a bateria para carregar. Quer ver o por quê? Imagine que você funciona como um celular. Se você está assistindo um vídeo no youtube, com seu Facebook e Instagram abertos, Whatsapp bombando, e outros aplicativos abertos, demandando a energia do seu celular, mais rapidamente você terá que carregar a bateria.

E se você, no seu dia a dia é uma pessoa que produz, faz muitas coisas, resolve problemas, tem várias funções… você se ‘iguala’ ao celular com muitos aplicativos abertos e precisará recarregar a sua bateria, ou seja, as suas forças com mais frequência. O problema é que tem pessoas que vivem com seu ‘celular’ com a bateria por um fio.. Tem pessoas que vivem com a sua taxa de energia mental e emocional na reserva… Por isso a minha pergunta para você é: O que te abastece? O que renova a suas energias? Procure se reabastecer, tire um tempo para você e para realizar essas atividades e renove suas forças!

Faça uma lista de coisas que te abastecem e que te deixam bem e entre em ação! Escolha pelo menos uma ação por semana e comece a cuidar de você! Quão melhor você estiver, mais produtivo você estará! 

Pode até parece pouco, mas, esses passos embasados na psicologia vão sim te ajudar a controlar a ansiedade e estresse. Porém, lembrem-se, eles são complementares, como pilares, você precisa dos três passos caminhando juntos para atingir o objetivo.

Agora, coloque-se em ação! Faça desses ensinamentos um hábito! Combinado?

(Visited 175 times, 1 visits today)
Last modified: 8 de maio de 2020